4.2.13

Entrevista ao fotógrafo André Teixeira - Brancoprata



Brancoprata é um nome de referência na fotografia nacional e internacional. Já tem imensas provas dadas, e eu assumo-me como grande fã do trabalho, da consistência, do talento e da criatividade.
Já aqui falámos sobre a vertente de Styling e de Decoração do Brancoprata, da responsabilidade de Sofia Ferreira, e agora é com grande alegria que aqui coloco a entrevista ao fotógrafo André Teixeira.




Há quanto tempo é que fotografa casamentos?
Fotografo casamentos há cerca de 15 anos. Comecei como fotojornalista em algumas publicações e acumulava com alguns casamentos, essencialmente de pessoal amigo. Estive parado 3 anos e voltei a fotografar casamentos, há 4 anos, sendo essa a minha única ocupação neste momento.




Sempre sonhou ser fotógrafo e, em particular, fotógrafo de casamentos?
Não:) Só aos 18 anos é que senti interesse pela fotografia. Nessa altura e porque quis aprofundar conhecimentos fui estudar fotografia, a paixão foi crescendo e só então é que decidi que queria ser fotógrafo.




Há algo que o tenha surpreendido neste mundo dos casamentos?
Como já trabalho nesta área há tanto tempo, não há nada que me surpreenda. Há 15 anos atrás as coisas eram muito diferentes, os casamentos não tinham a qualidade que têm hoje em dia, mesmo a forma como trabalhávamos era completamente diferente.
Hoje em dia as coisas mudaram muito. Positivamente posso dizer que ainda me surpreendo com a entrega das pessoas no dia do casamento.




Como é que os noivos o costumam abordar pela primeira vez?
Por norma o primeiro contacto surge via email ou por telefone. Aparecem sempre através do blog ou por recomendação de algum cliente nosso.

Marca alguma reunião antes do casamento para que se conheçam melhor?
É imprescindível reunir com o casal antes do casamento. Temos que perceber se somos "compatíveis". Não nos podemos esquecer que no dia do casamento estamos juntos o dia todo e é fundamental que não exista desconforto para nenhuma das partes. Mesmo que fisicamente seja impossível reunir, marcamos sempre reuniões via skype.




Costumam fazer sessões fotográficas de noivado?
Quase sempre. Esse é um serviço que não tem qualquer custo para o casal, mas diria que é quase a melhor coisa que podem fazer para o casamento.

Que vantagens é que vê nessas sessões?
A cumplicidade começa nesse dia, o dia em que quebramos a barreira fornecedor-cliente. Costumamos dizer que é importante estar num casamento quase como se fôssemos grandes amigos... só que a trabalhar. E durante as sessões a magia acontece:)




E nas sessões depois do casamento, como Trash the Dress?
Por norma não fazemos. Não me identifico com o conceito dos Trash the Dress. Sinceramente, prefiro fazer as fotos no próprio dia, nem que seja em 15 minutos. Para mim valem muito mais as fotografias tiradas no dia do que qualquer mega produção que se faça a seguir.

Nota muitas diferenças na atitude dos noivos no dia do casamento, depois de já terem feito uma sessão fotográfica? 
Sim, noto. A cumplicidade gerada na sessão de namoro é fundamental para que o dia do casamento corra sem alarmes.




Há alguma dica que queira dar aos noivos? 
Acho que a mais importante e óbvia... aproveitem o dia. Dedicam demasiado tempo aos preparativos para não desfrutarem do casamento.
Façam escolhas inteligentes, contratem fornecedores que dêem garantia de qualidade.

Costuma dar sugestões relativamente ao vestido, ao fato, ao bouquet, ao local ou a outros pormenores?
Normalmente não. Enquanto fotógrafos estamos lá para captar a história do dia; não uma história como gostávamos que fosse, mas a verdadeira. 




No dia do casamento, como faz para conseguir ter tempo para tirar fotos ao noivo e à noiva antes da cerimónia?
Ajustando horários e com alguma disponibilidade tudo se consegue. Como fotografo sozinho, não fazia sentido que fosse outro fotógrafo fazer uma das partes.

Costuma tirar fotos aos convidados com os noivos? Como faz para que não se torne aborrecido?
Não faço grande questão de as fazer, mas não me recuso. Sinceramente prefiro ao longo do dia tentar apanhar os noivos com os convidados de uma forma mais descontraída e informal.




Há algum ritual de hoje em dia que ache que deveria mudar?
As fotografias dos convidados e o exagero de comida que se consome num casamento.

Qual é o momento que prefere num casamento? 
Gosto muito de 2 momentos e precisamente por serem opostos: os preparativos e a sessão do casal. Os preparativos com toda a ansiedade, a surpresa, o nervosismo e alguma tensão. A sessão com o casal que é completamente diferente: descontraída, muito alegre e despreocupada.

Aconselha os noivos a terem fotografia e vídeo? Que opções é que costuma oferecer?
O vídeo é um registo completamente diferente da fotografia, sinceramente acho que vale a pena investir em ambos. Se quiserem vídeo podemos recomendar alguns videógrafos, mas só se me pedirem contactos.




Em que formato é que os noivos têm acesso às fotos? Está incluído um álbum? Ficam com as fotos em formato digital e em alta resolução?
Fotografias em DVD e alta resolução estão presentes nos nossos packs. Depois têm a possibilidade de escolher fotografias impressas ou álbum. Nunca mas nunca entregamos o trabalho só em formato digital.




E os convidados? Têm acesso a algum site onde possam escolher as fotos que querem, ou os noivos é que tratam disso?
Nunca fizemos galerias online nem temos interesse em fazê-lo. As fotos são dos noivos e eles distribuem da forma que lhes for mais conveniente. Se precisarem de ajuda para fazer uma galeria, temos todo o gosto em ajudar.




Tem algum estilo preferido de edição?
Correção de cor. A minha percentagem de fotografia em película para este ano será à volta de 80% num casamento de forma a evitar a "chatice" da edição. Costumo dizer que um fotógrafo ganha dinheiro a fotografar, não a editar.

Se casasse hoje, que tipo de escolhas faria?

Seguramente um bom fotógrafo, um bom DJ, muito menos comida e muito mais festa. O resto das escolhas seria a Sofia a fazê-las:)


Muito obrigada pela entrevista, André! É uma honra tê-la aqui.


2 comentários:

Margarida disse...

Sofia...grande responsabilidade! eheheh
André, não sendo eu profissional do ramo ofereço-me desde já para atirar as pétalas no fim da cerimónia eheheh (olha eu a fazer-me ao convite!)

ADOREI!!!! Beijos grandes aos dois <3

Fábio Coelho disse...

Como costumo dizer: o André é um dos melhores fotógrafos da área na Europa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...