20.6.09

E o ramo? Uma dor de cabeça?



O ramo nunca foi uma das minhas prioridades, mas a verdade é que sei que pode ser responsável por umas dores de cabeça: não é fácil decidir quais vão ser as flores, pode não haver as flores que queremos naquela cor em específico, temos que ter em conta a época do ano, convém combinar com o vestido e dificilmente poderemos fazer um teste com os 2 juntos, etc..

Em ramos de noiva, gosto muito de ver flores como tulipas, rosas, orquídeas, peónias, stefanotis, flor de cera, vivaz (gipsofila), frésias (adooro o perfume), ...
Mas, por exemplo, as tulipas são flores muito frágeis e podem abrir ou quebrar com muita facilidade, principalmente se estiver calor. É preciso ter isso em conta, e garantir que o ramo é feito com flores frescas e que fica tudo muito bem seguro e "acomodado".

Depois entra a parte das floristas. Podemos pedir opinião a uma florista e ela dizer que é totalmente impossível fazer o ramo que queremos; no entanto, uma outra poderá dizer-nos o oposto. Convém, portanto, bater a diferentes portas.
Uma outra questão é o preço. É verdade que um ramo de noiva normalmente implica mais responsabilidade e mais mão-de-obra (não convém que se separe em bocadinhos a meio do dia, depois de ter andado de mão em mão e ter sido pousado em tudo quanto era sítio), mas não compreendo muito bem como pode custar 5 vezes mais que um ramo "normal" com o mesmo tipo de flores.
Isso faz com que algumas pessoas prefiram comprar as flores e pedir a alguém próximo para fazer o ramo. Com algum treino, até pode funcionar :)

Já antes coloquei alguns ramos. Hoje optei por mostrar ramos brancos. Podem ficar muito bem com um vestido de noiva, e não prendem com as outras cores do casamento.



11 comentários:

L de Leão disse...

Gosto de todos mm, mas em especial do penúltimo!!

Adoro as flores do último, são as peónias?

hoje vou casar assim disse...

Pelos vistos são ranunculus...
Não me perguntes qual é a diferença :p

amartins disse...

São todos liiiiiiiiiiiiiiiiindos!

Quais são as flores do 2º?

Beijinhos

Godmother disse...

sim, o penúltimo é fabuloso! ;)

hoje vou casar assim disse...

amartins,
eu penso que as flores maiores do 2o são peónias, mas não tenho a certeza; as pequeninas são stefanotis

beijinho

Ana Carolina disse...

Eu li esse post no dia, mas não consegui comentar, deu problema no meu iexplorer!!

Aqui no Brasil chamamos de buquê: já vi um todo de orquídeas q achei lindíssimo!! :)

Beijos!!

hoje vou casar assim disse...

Olá Ana,
Nós em Portugal tanto dizemos "buquê" (que escrevemos no original "bouquet") como "ramo"...
De qualquer forma, acho que o termo "bouquet" é mais usado quando o ramo é redondinho, mas não tenho a certeza.

Orquídeas são mesmo flores espectaculares! Os ramos podem ficar lindos :)

sarafelix disse...

Que giro teres posto aqui ramos em bola, foi a minha primeira escolha para o ramo... Mudei passado pouco tempo. Desmotivei porque toda a gente estava a achar muito "diferente".

Anónimo disse...

Oi!

Em relação aos preços... passei a compreender porque os ramos de noiva são mais caros do que os bouquets normais depois de ter trabalhado numa florista (embora não o seja de profissão). O que vi foi que o trabalho realizado num ramo de noiva é realmente muito maior e o bouquet leva muito material escondido para se manter inteiro e direito durante todo o dia.
O que não significa que não haja floristas a exagerar no preço final ;)

hoje vou casar assim disse...

Obrigada pelo comentário :)
Concordo contigo que em geral os bouquets de noiva tenham que ser mais caros.

Liliana disse...

O meu bouquet tinha ranúnculos rosas e hortências, em diferentes tons de rosa.Ficou lindo,e não foi um exagero de caro. A minha florista também me explicou que um ramo de noiva tem que ser muito mais resistente, até porque vai ser atirado..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...