15.4.10

Discutir... em casal



Até há pouco tempo, eu não fazia ideia da existência de tantas perspectivas diferentes quanto a discutir/debater assuntos em casal.
Nos pequenos assuntos do dia-a-dia, há casais que discutem, questionam as diferentes opiniões, por vezes criticam as opções ou as atitudes do outro, e entretanto, mesmo que haja alguns amuos e atritos pelo meio, vão chegando a consensos. Eu confesso que gosto desta opção, até porque acho que debater e questionar é meio caminho andado para se ficar a conhecer melhor a outra pessoa. Para além disso, podemos aprender e até mudar as nossas atitudes.

No entanto, apercebi-me de que há casais que não gostam de debater os pequenos problemas que vão surgindo ou de chamar a atenção do outro. Respeitam a independência, e acham que não são ninguém para criticar ou dizer que determinada acção foi errada. No caso de terem perspectivas diferentes, cedem sem grande alarido, ou cada um faz o que bem entende, independentemente do outro. Nunca há discussões mais acesas, e nunca levantam a voz. Se não concordam com alguma coisa, nem sequer insistem em explicar a sua posição.
Sinceramente, eu entendo que essa seja uma forma pacífica de viver, e até acho que eu não perderia nada em ser um bocado assim. De qualquer forma, não consigo imaginar o que acontecerá com esses casais a longo prazo, uma vez que acho que não é a forma ideal de nos darmos a conhecer ou de conhecermos o outro verdadeiramente.

E vocês, o que acham?

10 comentários:

hojecriei disse...

O problema maior é quando um elemento do casal entende que os assuntos devem ser discutidos até se chegar a um entendimento e o outro considera que não é necessário...

Queen of Hearts disse...

Desde que haja consenso entre as formas de ser, penso que a vivência será pacífica... Mas confesso que, devido à minha maneira de ser, que pertenço àquele primeiro estereotipo que mencionaste, acho mais saudável para a vida de casal o debate, o diálogo, a partilha de posições, a cedência após o entendimento. Concordo que nos deixa conhecer melhor o outro!

Pepper disse...

Não discutir/dialogar as pequenas e grandes questões da vida em comum é apenas uma forma de enterrar a cabeça na areia e adiar os problemas. Mais cedo ou mais tarde haverá uma explosão.

Fios de Vida disse...

Eu sou mais pela via do entendimento se algo não está bem ou se não gostamos. Não gosto muito daquela politica do deixar estar porque o outro quer assim. Isso para mim é demasiado distante e frio... Não é de todo a minha forma de estar numa relação mas de facto as pessoas têm que querer o mesmo...

A miuda dos saltos altos disse...

Eu concordo contigo, acho que em qualquer relação, amorosa, familiar ou de amizade as pessoas devem mostrar o seu ponto de vista, sem "ferir" os outros mas também não se deixando levar pela opinião contrária.

Rita G. disse...

Não consigo ceder em algo que sei que tenho razão só para que o outro fique feliz. Gosto de discutir as coisas até achar um consenso, mas sem gritos ou "barracadas". Acho que as diferenças de cada um enriquecem a relação e há que falar sobre as coisas de forma aberta até encontrar soluções para os problemas. Bj:-)

VeraB disse...

Eu sou do primeiro exemplo que falas! As coisas são para ser faladas e mesmo que as opiniões sejam distintas, com bom senso chega-se a uma solução. Não sei o que o futuro me reserva, mas em 11 anos as coisas tem funcionado bem assim.
Beijinhos

Josefina disse...

Nós funcionamos muito à base de troca de ideias/discussão, mas no bom sentido, não andamos sempre aos berros! E isso é bom, porque sabemos com o que contamos. Conheço casos de casais que simplesmente não discutem. Porque um diz o que se faz e o outro aceita...Assim não dava para mim!

Rita disse...

Sinceramente, acho que não há nada como "discutir" em casal. Tudo bem, somos um casal, mas continuamos a manter a nossa individualidade, os nossos gostos, por muito que nos adaptemos ao outro.
Eu pessoalmente não me vejo a estar com alguém sem querer discutir com ele certos aspectos que dizem respeito à vida em comum. Acho que quando se cala muito apenas para não criar conflitos, a longo prazo isso será negativo... Porque se perde qualquer tentativa de se agradar ao outro, faz-se apenas o que queremos, e isso não é relação nenhuma... é egoísmo...
Por muito "insignificante" que algo possa parecer, se diz respeito à vida de casal claro que deve ser debatido e discutido... a comunicação é a base de qualquer relação, a par com a confiança. Como pode haver confiança sem comunicação? E vice-versa?...

hoje vou casar assim disse...

Gostei muito dos vossos comentários e dos vossos testemunhos, que acrescentaram bastante àquilo que eu escrevi no post.

No caso dos casais que preferem "aceitar" ou "não discutir", o que me espantou foi perceber que muitas vezes são pessoas com personalidade forte e que noutros ambientes debatem os assuntos até à última.
Não é estranho?


beijinhos a todas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...