13.7.11

Daquilo que não lembra a ninguém

Na passada segunda-feira, uma rapariga foi atropelada quando atravessava a passadeira, e ficou cheia de mazelas e coberta de sangue. 
É certo que acidentes destes acontecem todos os dias, mas eu não deixo de ficar chocada com a irresponsabilidade e com a inconsciência dos condutores. 
Para piorar a situação, ela está noiva e o casamento está marcado para nada mais nada menos que a próxima sexta-feira.
Infelizmente teve uma hemorragia interna... e terá que ficar no hospital pelo menos até ao próximo sábado :/

Sinceramente não sei o que dizer...
Tudo isto é gravíssimo, e condutores destes deveriam ser totalmente proibidos de pegar num carro.

12 comentários:

Miminhos.com disse...

Lamento muito, é mesmo uma situação duplamente terrivel!
Mas as culpa também não é sempre dos condutores. Claro que não estou a querer referir a esta situação, acredito plenamente que a culpa tenha sido do condutor. Mas ainda hoje assisti a duas situações de "quase atroprlamento": A primeira, foi uma criança á beira mar. Os pais iam descansadinhos da vida, como se nem tivessem filhos para cuidar e um miudo correu para a estrada. Se não o puxasse iria ser uma tragédia! Na segunda situaação, ia eu e o meu namorado descansadinhos para casa de carro e um senhor, sem mas nem porquê decide, de repente atravessar a rua à frente do nosso carro onde nem sequer era passadeira! E que aconteceria numa situação destas? Mesmo que aos olhos da lei não tivessemos culpa, nunca nos iria sair a culpa de cima. É dos maiores medos que tenho ao conduzir.
Isto foi apenas um desabafo, já que falou em atropelamentos. Não quero mesmo comparar qualquer situação com a que contou.
As melhoras rápidas para a vitima!

hoje vou casar assim disse...

Sim, nesses casos os criminosos seriam ou os pais da criança ou o senhor que atravessou.
Eu também tenho muito medo de estar a conduzir e acontecer algo assim :/

Esta rapariga estava a atravessar na passadeira, e nesse caso a culpa é sempre de quem não pára.
É mesmo inadmissível :(

S* disse...

Um horror, tenho medo de atravessar a estrada... e não é por minha culpa.

hoje vou casar assim disse...

Lembrei-me agora que nas vésperas da passagem de ano estive quase a ser atropelada por um autocarro em Gondomar, quando atravessava na passadeira. Apanhei um susto enorme!

Kristianna disse...

Por acaso fui atropelada aos 7 anos, e estava no passeio...o condutor fujiu...
Depois voltou, e disse que tinha fujido porque entrou em panico...
Mais tarde viemos a saber, que nao era ele que ia a conduzir, mas sim a filha, gravida, e sem carta de conduçao!! Por isso seguiu em frente deu uma voltinha, e voltou a aparecer...
eu fiquei com umas valentes mazelas...cabeça partida, pes esfolados (foi no verao, e estava de chinelos, joelhos esfolados, braçoes, etc...

Ha uns tempos, tambem ia a passar na passadeira, e tenho sempre o habito de olhar para o motorista do carros que se aproxima antes de me aventurar, mesmo na passadeira...e nao è que vejo que o motorista de um autocarro turistico, vinha a olhar para o lado, mesmo vindo ainda longe, nao me aventurei...e pois passou a passadeira sem nunca olhar para a frente!!!!
se eu passasse, a pensar que tinha tempo suficiente para me ver e parar...tinha la ficado debaixo!!
Ui...desculpa o testamento!!

Eulália disse...

Que situação tão horrível, desejo-lhe as mais rápidas melhoras.
Acontecer isso já é mt mau, acontecer às vésperas do casamento acho que é duplamente pior, nem quero imaginar os imensos transtornos disso tudo! Mas principalmente o ter de ficar num hospital...
Tb tenho receio de atravessar estradas, mesmo quando temos prioridade, não só em passadeiras mas tb quando há mudanças de sentido e está aquele sinal laranja para os carros e o verde para nós, o mais certo de acontecer nessas situações é os carros passarem e não dar prioridade nenhuma!
É a falta de civismo...

Beijinhos

hoje vou casar assim disse...

Kristianna, isso que te aconteceu foi horrível!!
Percebo perfeitamente que agora tenhas cuidados redobrados :/
E obrigada por teres partilhado :)

Eulália, eu também já não arrisco. É mesmo falta de civismo :(


beijinhos às duas

Queen of Hearts disse...

Se não parou, inclusive poderia ser criminalmente responsabilizado (por omissão de auxílio, se não por pior). Pelo menos, cá em PT.

hoje vou casar assim disse...

No caso de que falei (que aconteceu no Porto), o condutor parou. De qualquer forma, espero que agora seja responsabilizado por aquilo que fez.

Mary disse...

Ontem fui às Amoreiras e fiquei chocada. Num dos semáforos que tive de atravessar, tanto quando estava a ir, como quando estava a voltar, o sinal ficou verde para os peões e os carros continuaram sem parar. Num dos casos, uma rapariga quase foi atropelada. É impressão minha ou os condutores em Lisboa estão a ficar cada vez mais irresponsáveis? Assim não admira que casos como o que acabas de relatar aconteçam... Boa sorte para os noivos e que ela recupere rapidamente!

hoje vou casar assim disse...

Estou a ver que estas situações são mesmo frequentes :(
É revoltante!

Flutuações da mente disse...

Que horror!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...