14.4.11

Recepção aos convidados em casa


Há casais que gostam da ideia de receber os convidados (ou pelo menos alguns deles) em casa antes de partirem para o local da cerimónia. Para além disso, há locais em que é tradição fazê-lo e em que os convidados já partem do princípio que isso vai acontecer.

No entanto, há também pessoas que não são apologistas dessa ideia, por quererem evitar confusão durante a preparação, por quererem ter uns momentos a sós ou com os familiares próximos, por optarem por dar um passeio e até tirar umas fotos ao ar livre, ou mesmo por ser mais fácil os convidados irem directamente para o local da cerimónia.

No meu caso pessoal, adoro a ideia de receber em casa familiares e amigos próximos.
Quando casei, para além de ter tido a companhia da minha mãe, das madrinhas e das meninas das alianças enquanto me preparava, pude depois cumprimentar as outras pessoas, conversar um pouco e tirar umas fotos. Depois fomos todos ao mesmo tempo para a igreja.

Claro que convém ter tudo planeado de forma a que, na hora dos convidados chegarem, as pessoas da casa já estejam preparadas e lhes possam dar atenção.

Se for em casa do noivo, o mais habitual é ele já estar preparado desde bem cedo, até porque é costume os fotógrafos irem lá antes de irem a casa da noiva.

Se for em casa da noiva, é importante que haja um espaço com privacidade para que esta se prepare com calma, longe da "confusão". É também conveniente delegar alguém para receber as pessoas, que pode, por exemplo, ser um dos pais.

Marianne Taylor Photography

Depois há outros detalhes a ter em conta:

- Decoração:
  Umas jarras com flores ficam sempre bem e dão um ar festivo e alegre à casa.

- Organização do espaço:
  Convém ver se é necessário criar mais espaço para as pessoas se movimentarem ou se é possível ter mais cadeiras ou sofás. É também boa ideia pensar num local que permita tirar fotografias, e deixá-lo livre.

- Para petiscar:
  Há quem opte por não colocar nada, mas a verdade é que petiscar alguma coisa antes da cerimónia evita que se tenha fome demasiado cedo, o que é importante, já que em muitos casos a cerimónia e a deslocação para o local da recepção demoram bastante tempo.
  Aconselho a colocar alimentos fáceis de pegar e de comer, em porções pequenas, e que não sejam demasiado "arriscados" relativamente a sujar a roupa dos convidados (como camarão com casca ou carne com ossos, por exemplo). Para a preparação, pode pedir-se a ajuda de um familiar, de uma pastelaria ou um café/restaurante de um local próximo, ou mesmo da empresa de catering contratada para o casamento.

  Marianne Taylor Photography

Quanto ao que se coloca exactamente, vai depender imenso da hora do casamento. Vou dar 2 exemplos.

    Casamento às 12:00h
    Partindo do princípio que se sai de casa às 11:00h, as pessoas podem começar a chegar por volta das 10:00h. Neste caso, como é hora do pequeno-almoço, não convém servir nada demasiado pesado, como tenho visto em alguns casamentos. Aconselho a colocar sumos variados, água, fruta já descascada e cortada, pães pequenos com fiambre, com queijo, com compota, bolos em miniatura ou em fatias, croissants, bolachinhas e biscoitos. É também boa ideia ter uma máquina de café e chávenas ao lado para que os convidados se possam servir. Não aconselho a ter bebidas alcoólicas a esta hora, mas claro que alguns convidados podem pedir.

    Casamento às 15:00h ou às 16:00h
    Os convidados podem começar a chegar por volta das 13:00h ou 14:00h, e é possível que já tenham almoçado. Mesmo assim, uma sugestão é colocar sandes variadas em tamanho pequeno, rissóis, bolinhos de bacalhau, alguns folhados, queijo, fruta laminada, sumos, cafés. Talvez neste caso já faça sentido ter alguns cocktails com pouco álcool e algumas bebidas alcoólicas.

  Em qualquer um dos casos, uma ideia é ter saquinhos com salgadinhos ou bolachas ou outros alimentos pequenos para petiscar, porque assim os convidados podem levar consigo e ir matando a fome quer a caminho da cerimónia quer a caminho da recepção.

  Outra vantagem de receber os convidados em casa é facilitar a distribuição de bouquets (no caso, por exemplo, das meninas das alianças ou das madrinhas), de boutonnières (no caso dos homens) e mesmo de acessórios identificativos para os carros e de mapas.

________________

Qual é a vossa opinião acerca deste assunto?
Gostam da ideia de receber os convidados em casa?
Serviram ou vão servir aperitivos antes da cerimónia?

18 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

Eu não recebi ninguém em casa. Tirando os meus pais e uns primos que vinham de Lisboa com um bebe!
Preferi assim sem confusões, tive tempo para ir tirar fotos a um sitio lindo e a minha filhota também tirou fotos lindas antes do casamento/baptizado.
Se fizesse de novo fazia igual!

Anónimo disse...

Oi!
Eu caso dia 28/05 as 15h!
Como é habitual os convidados na minha terra vão aparecer por minha casa, nao vou fazer mesa de salgados! Vou fazer uma mesa de bolos, tipo um mesa de sobremesas! Pratos altos, bolos simples e bolos de tabuleiros ja cortados.
Servir sumos, porto, moscatel e café!

Kiss


Li7

Clara disse...

Eu não fiz recepção em casa. Os meus pais moram num apartamento que é relativamente pequeno. Além disso, não estava com espírito nenhum de preparar "mais alguma coisa", por si só, o casamento bastou para me fazer transpirar. Além disso, conhecendo-me, nessa manhã iria estar a 150 à hora, por isso, para preservar o bom humor dos meus pais e o meu, quis ficar sozinha com eles e a madrinha de casamento que me foi ajudar a vestir. E assim foi, éramos 5 naquela casa... conversámos, "despedimos-nos" e arrancámos para a Igreja.
Claro que concordo com quem quer fazer recepção em casa, são opções de cada um! VIVA O CASAMENTO!!!

Anónimo disse...

Muito obrigada pelo post! :) Ajudou-me imenso...

Obrigada mesmo...Está fantástico!

Beijinhos,

Maria disse...

Eu vou casar às 11.30h e como sei que as pessoas vão perguntar a que ghoras é para estar em casa da noiva... há que começar a pensar no que fazer. Já tinha falado com a minha mãe sobre isso e vou fazer tal como descreveu no post o exemplo de um casamento às 12.00h mas preferia estar só com as pessoas mais intimas e que eu convidasse a ir a casa - até porque é um apartamento e torna-se pequeno o espaço.
Já tinha definido fazer uma parte das fotos na rua e não vou deixar de o fazer por isso. Os pais acolhem e vão dando atenção aos convidados ;)
E sei que me vai apetecer mesmo sair um bocado da confusão que vai ser em casa e estar tranquila.

estoriasecoisas disse...

Em Setembro fui ao casamento de uma amiga chegada e o nosso grupo de amigas juntou-se e foi ter a casa dos pais dela. Lá estava só a família (pais, avós, irmãos e sobrinhos da noiva...). Não houve propriamente recepção com comes e bebes, mas foi um momento muito agradável para podermos estar juntas antes da cerimónia, conversar um pouco e tirar muuitas fotografias. Ainda bem que fomos cedo e o fizemos, pois durante a cerimónia ela pouco tempo teve para estar connosco no meio de brindes, beijos e fotos. :)

Por isso parece-me bem que haja uma pequena reunião familiar/amigos antes, caso a cerimónia não seja de manhã cedo. Quanto aos aperitivos, a não ser que seja tradição como foi referido, não me parece que valha a pena, já que as bodas costumam ser recheadas de comida...

Doces Abobrinhas disse...

Eu quero casar de novo com esse vestido e o mesmo marido, rs!!! Animal!!
Um bj doce e apareca nas Abobrinhas
Roberta
www.docesabobrinhas.com

M.M. disse...

Eu vou casar em 2012. Na minha terra é tradição as pessoas juntarem-se em casa dos pais dos noivos antes da cerimónia, por isso nem coloco a hipotese de não fazer a recepção... Em casa do meu namorado vai ser mais complicado porque é um apartamento e vai tornar-se pequeno, mas até lá pensaremos numa solução :)

Acho agradável esta ideia porque as pessoas vao-se juntando e convivendo antes da cerimónia... os pais e os tios vao fazendo as honras da casa enquanto a noiva se prepara! :)

Coelhinha disse...

Eu tambem vou ter recepcao em casa, os meus convidados estao habituados a que seja dessa forma e e' importante para mim que a festa seja tao boa para eles como para mim.
Como o casamento e 'as 12.30 e eles devem passar la por casa por volta das 11.00 vou por doces e salgados pois ate' irmos almocar vai demorar e nao quero ninguem a morrer de fome!
Gostei da ideia de ter uns saquinhos com bolachas...e que tal um goodie bag com o missal, bolachinhas e o saquinho/cone das petalas?!

Queen of Hearts disse...

Eu não sou muito fã da recepção em casa e não tive, pois 1/ não aprecio mesmo o costume e 2/ também não tinha condições para o fazer condignamente (no meu "piqueno" apartamento)... Mas o que eu queria mesmo dizer: adoro a foto que ilustra este post! ;)

hoje vou casar assim disse...

Mami, que bom que ficaste contente com a tua escolha :)

Li7, ter doces também me parece uma boa opção. Eu acho que nesse caso colocaria também fruta.

Clara, esses realmente são factores a considerar. E é muito bonita a ideia da "despedida" privada :)

Maria, aproveita bem esses momentos, e tenta descontrair ao máximo :)

estoriasecoisas, é realmente um momento em que se pode ter um contacto mais "pessoal" com os noivos, já que ao longo do dia pode ser complicado.

M.M.: já agora, de que zona és? Em que zonas é que será costume fazer a recepção?

Coelhinha, o goodie bag parece-me bem :) Assim os convidados vão logo prevenidos e sentem-se parte da festa desde cedo.

Queen of Hearts, muito obrigada ;) És uma querida!


beijinhos a todas

Mie disse...

Quando casei ainda recebi convidados em casa, agora se voltar a casar nem pensar !!
Mas aqui os habitos sao bem diferentes e em muitas coisas identifico-me mais com a cultura Holandesa.

Eulália disse...

Eu não tive recepção em casa, apenas estive com a família da casa e umas amigas que moravam longe e passaram lá a noite. Sendo o casamento às 14.30 almoçamos todos juntos e depois cada um foi-se preparar que o tempo passa a voar!
Sinceramente acho que se tivesse recepção, entre o preparar-me e as fotos, pouca atenção daria aos convidados e sendo a hora do casamento após o almoço não estava a ver ninguém a ter fome nessa altura... Aliás, a hora do casamento foi mesmo pensada para ninguém ir para a igreja com a barriga a dar horas :)
Na minha terra ainda se usa esse costume mas cada vez menos, em todo caso mesmo já sendo várias vezes convidada para esse tipo de recepção em adulta nunca fui a nenhuma (só mesmo em miúda com os pais) porque não aprecio de todo, prefiro guardar a barriguinha para o copo d'água propriamente dito lol

Beijinhos

MATILDE BERK disse...

A preparação da noiva para a cerimónia é cada vez mais vista como um momento especial em que esta se rodeia das pessoas mais especiais também (pais, madrinhas e amigas) que ajudam na tarefas da preparação e podem até preparar-se também no mesmo espaço.

Na minha opinião, receber convidados em casa no dia em que se casam os nossos filhos é uma péssima ideia. Os pais ficam destabilizados quando deviam estar focados em acompanhá-los e em gozar cada minuto desse dia perto deles. Mais, o tempo que existe entre a preparação e a realização da cerimónia é curto, com stress qb para temperar, entre fazer uns quantos retratos sózinha e fazê-las com os convidados ao lado da estante da sala...enfim.

Existe ainda outro motivo pelo qual estes momentos em casa deixaram de fazer sentido e estão em desuso: há uns largos anos atrás, grande fatia de convidados de um qualquer casamento eram essencialmente os amigos dos pais. Hoje são sobretudo amigos dos noivos que gostam de estar em casa até ao último minuto, ou não têm pachorra para salgadinhos, ou têm filhos e estão preocupados com as tarefas que asseguram o seu bem-estar até ao minuto em que fecham a porta. Muitos deles os pais nem conhecem. Que sentido faz estar preocupada com cocktails em casa neste dia?

hoje vou casar assim disse...

Obrigada pelo comentário, Matilde :)

Concordo que em muitos casos (como aqueles que referiu) não faz sentido haver a recepção em casa.

No entanto, há situações em que isso se pode proporcionar.

- muitos dos convidados podem ser familiares e até amigos que morem perto
- o local da cerimónia pode ser longe e de difícil acesso (ou o percurso pode ser complicado para algumas pessoas) e dá mais jeito irem os carros todos juntos
- a casa pode ter espaço suficiente para haver um local com os "aperitivos", um local 'clean' para fotos e um quarto com espaço e privacidade suficientes para a noiva se preparar
- é possível pedir a uma outra pessoa (ou empresa) para orientar tudo sem que os pais tenham que se preocupar
- é possível que haja tempo mais do que suficiente para preparativos, fotos e convívio, sem que ninguém esteja stressado [no meu caso, houve]

Para além disso, a "recepção" pode ser apenas para as pessoas mais próximas que, para além de ajudarem a noiva a vestir-se, podem também petiscar algo [ou tomar o pequeno-almoço, no caso de ser de manhã] antes de saírem para o local da festa.

Anónimo disse...

Ainda bem que, onde eu vivo, isso não se usa! Vou ter o casamento do meu filho no próximo mês e não me dava jeito nenhum ainda ter de pensar nisso! Somos 4 mulheres para arranjar, em stress, teria que ficar pronta muito cedo! No entanto, como há muita gente a vir de longe e o casamento vai ser na quinta de família, que tem capela, antes da cerimónia vai haver algumas bebidas (sem alcool!) e qualquer coisa para trincar, tudo combinado com o serviço de catering.

hoje vou casar assim disse...

Parece-me uma boa opção :)

obrigada pelo comentário

Anónimo disse...

Gostei! Vou tirar algumas ideias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...