27.5.10

O emprego ideal?


Há uns tempos ouvimos falar do melhor emprego do mundo na Austrália, em que a pessoa teria que tomar conta de uma ilha paradisíaca.

Agora foi a Irlanda que decidiu abrir um concurso - Runaway bride and groom - para casais dispostos a viajar por destinos de lua-de-mel e a testar, por exemplo, diferentes hotéis de luxo.
Vida complicada, não?

Os vencedores foram Mark e Denise Duffield-Thomas, que estão neste momento em Nova Iorque a dar início ao trabalho árduo... ;p

Vocês gostariam de um emprego assim, mesmo com o baixo salário de cerca de €3500? hehehe

Há algum emprego que considerem ideal?

21 comentários:

S* disse...

Ai que caraças... eu quero um desses.

Miss Star Pink disse...

Bem agora que ne deste a conhecer esse fica difíil.
Pronto, provavelmente vais-te rir, mas sempre desejei ser organizadora de eventos. Para além da profissão que exerç actualmente, penso q essa tb me faria mt feliz.

Beijinho

Apple and John disse...

Eu também quero!!! O meu emprego ideal passa por estar sempre em movimento (de país para país), conhecer pessoas de outras culturas... Como por exemplo, ser sales manager de uma empresa :)

john

hoje vou casar assim disse...

Também eu! ;)

MSP, por acaso não fazia ideia! hehehe
Podes tentar dedicar-te a isso nos fins-de-semana ;)
Sim, porque esperar pela reforma não deve ser uma boa ideia! lol

John, "sales manager" é algo que eu acho que não conseguiria ser. Admiro imenso quem tem o dom para isso ;)


beijinhos

Lebasiana disse...

hum... hum... se fosse o triplo ainda ponderava deixar as terras por onde ando, mas... 3500euros... no way! lol... estou melhor aqui! passo...

;)

beijocas

Rita G. disse...

Algo parecido com esse: viajar, ficar em hotéis deslumbrantes e ao fim do mês receber um cheque chorudo:) hihi!! Bj:)

Queen of Hearts disse...

Esse! Esse emprego é de sonho e eu deixava já tudo, ainda por cima ia com o M.! :D

Tirando esse, acho que havia vários empregos em que me sentiria feliz... Por exemplo, a trabalhar numa embaixada. Adorava ser adida cultural de uma embaixada. Não por acaso que cursei Relações Internacionais (Ramo Cultural e Político) antes de Direito...

Gostava também de ter uma loja de chapéus, ou de cupcakes (os meus planos de sonho quando saí de NY ehehe), ou de outra coisa qualquer... Mas isso era se tivesse muito dinheiro e o mundo não estivesse mergulhado nesta penumbra financeira. LOL

with love fotos disse...

Lol, esse era o meu emprego de sonho! Ser correspondente duma revista de viagens, especialmente viagens exóticas e/ou spas! :D Sim, trato-me bem, é um dado adquirido! :P

Gostava muito de um dia me dedicar, profissionalmente, à fotografia... e em breve, darei início a um trabalho muito especial, organizar exposições! :)
É engraçado, quando era adolescente dizia que um dia queria trabalhar no Ministério da Cultura, parecido ao sonho da nossa Sweet Queen. Não é a mesma coisa, eu sei, mas irá ser um projecto muito acarinhado, com muita dedicação e empenho - can't wait!

Beijinhos

hoje vou casar assim disse...

Lebasiana, isso é muito bom sinal!! :)

Rita, realmente acho que pouca gente se queixaria de um emprego assim!

Queen, acho que terias muito jeito para qualquer um desses empregos :)
E eu adoro lojas de chapéus! Ainda me lembro de ser pequenina e ir com a minha mãe a lojas dessas (bem antigas) mandar fazer chapéus para mim. Era tão giro :)

WLF, que planos excelentes!! Fotografia + exposições parece-me algo realmente fantástico :) E, como é óbvio, tem tudo a ver contigo!


beijinhos a todas

xana disse...

O meu emprego ideal era mesmo ser Voguette!!! (:

hoje vou casar assim disse...

Xana, o blog pode ser o ponto de partida! ;)

Quanto a mim, adoraria ter um restaurante, ou ser crítica de restaurantes e andar pelo mundo a conhecê-los, ou editar livros, ou dar aulas, ou ser organizadora de eventos, ou ter uma loja de vestidos de noiva :p
Como vêem, não sou esquisita! lol

Rita disse...

Hum... emprego ideal... acho que em todo o lado há prós e contras, sem dúvida.

Mas sim, eu tenho um emprego que considero ideal (ou poderia considerar, visto que a experiência já me mostrou que pode ser muito frustrante), e que está ligado ao meu sonho de pequenina: ensinar piano e investigar na área da musicologia...

Ideal ideal mesmo era darem-me uma bolsa de investigação e deixarem-me passar tipo 8 ou 9 horas por dia numa biblioteca poeirenta e de livros amarelados a investigar e a estudar e a produzir artigos de interesse...

Mas já me contentava em ensinar piano ahahaha. Pode ser que a partir de Setembro o sonho se torne realidade ;)

hoje vou casar assim disse...

Deixaste-me curiosa, Rita...
Que tipo de investigação é que se faz na área da Musicologia?

(é bom ver que o teu sonho está relacionado com a área que estudas)

Quanto ao piano, um dia ainda te peço umas aulas! Muitas coisas já estão esquecidas...


beijinho

Rita disse...

Na área da Musicologia podes investigar dentro de várias linhas orientadoras: teoria musical a partir de análise de originais, análise musical aplicada, transcrições de originais para notação dita "moderna" e a sua posterior análise, o que pode levar à identificação de possíveis autores, o que por sua vez pode levar à compreensão de diferentes estilos e características próprias de cada autor. Há tanto, tanto, tanto para fazer! E infelizmente é uma área que está muito pouco aproveitada. Há todo um universo de música portuguesa por estudar e ninguém que lhe "deite mão", porque infelizmente ninguém consegue viver da investigação nesta área. Atenção, os exemplos que te dei são coisas que podes fazer em música do período renascentista, que seria onde eu trabalharia no tal "emprego ideal". Para outros períodos há outras linhas orientadoras, mas eu estou mais ligada a este... sobretudo polifonia sacra portuguesa do séc. XVI e XVII. Enfim... pode ser que um dia as coisas mudem e a cultura deixe de ser a parente pobre, por assim dizer...

hoje vou casar assim disse...

Parece-me excelente!
Não há bolsas de investigação para isso?

É que é mesmo útil...

Rita disse...

Fartei-me de procurar, mas não encontrei nada. Pelo menos este ano não. E como para o estrangeiro neste momento é impossível e impensável ir para o estrangeiro...
No entanto, vou concorrer a um mestrado em musicologia este ano, em Lisboa. Pelo menos consigo continuar a estudar nesta área e vou tentando a minha sorte. Mas já sei que vou ter que compensar sempre com o ensino quer de piano quer de História, ou Formação Musical.

hoje vou casar assim disse...

Acho uma boa ideia especializares-te nessa área, mesmo que agora tenhas que investir algum dinheiro.
Daqui por uns anos não poderias ir para fora de Portugal?
Suponho que dêem muito valor a esse tipo de investigação em vários países...

Rita disse...

Sim, lá fora há outras oportunidades. Em Londres há um investigador excelente nesta área, Owen Rees, com quem já tive oportunidade de trabalhar por duas ou três vezes; infelizmente ir para o estrangeiro está fora de mão visto que o meu noivo não quer ir para lá comigo, e se me vou casar, não faz sentido estar um em Portugal e outro fora... não sei, mas pronto. As coisas podem sempre mudar ;)

hoje vou casar assim disse...

achei piada ao "fora de mão" ;)

Perecebo perfeitamente, e faria o mesmo na tua situação. Mas pode ser que o teu noivo um dia mude de ideias ;)

Queen of Hearts disse...

Lembrei-me de outro que ADORARIA: tradução literária. :) Adorava mesmo!

hoje vou casar assim disse...

Parece-me bem, QoH ;)
E a tua cara!

beijinho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...