1.10.09

Casar... a que horas?

Tenho reparado que há perspectivas muito diferentes quanto ao horário do casamento.

No Brasil é muito comum os casamentos serem ao final da tarde e prolongarem-se pela noite dentro. Penso que um dos motivos é o calor nas horas de luz, sendo que quando escurece a temperatura começa a baixar e a ficar mais agradável. Para além disso, a noite propicia o uso de fatos de gala, vestidos compridos, brilhos, efeitos de luzes, ... e isso pode ficar muito bonito.

Em Portugal e em Inglaterra penso que era frequente casar entre as 11.00h e as 13.00h. Isso permite aproveitar muitas horas de luz, e não se corre o risco das pessoas irem embora a meio por ser tarde e/ou estarem com sono.
No entanto, nos últimos tempos tenho visto imensos casais a optarem por casar de tarde e servirem um jantar em vez de um almoço. Os argumentos são vários: poupar no catering, não ter que acordar demasiado cedo nem andar a correr antes do casamento, dar tempo às pessoas de longe para chegarem ao local, gostar de ambientes nocturnos, ter um baile pela noite dentro, ...

Apesar de todos esses argumentos, eu continuo a ser adepta de casamentos que comecem o mais cedo possível. Talvez tenha a ver com o facto de, desde sempre, ter ido a casamentos de "dia", e então ter aprendido a associar sempre uma coisa à outra. Compreendo perfeitamente que, para alguém que desde sempre associe casamentos a luzes, velas, vestidos compridos e festa pela noite dentro, um casamento com horário e luminosidade diferentes soe a estranho.

Na minha opinião, como o casamento dura apenas 1 dia e é irrepetível (supostamente), deve-se aproveitar ao máximo e durante o máximo número de horas. Claro que devemos dar tempo para as pessoas irem ao cabeleireiro, para o fotógrafo ir a casa de ambos os noivos e para que todos se desloquem para a igreja. Mas, em princípio, casar ao meio-dia dá tempo suficiente para tudo isso. E depois há os aperitivos, o almoço, várias horas para conversar e dançar, o jantar, o lançamento do ramo, o corte do bolo, ...
Aproveita-se várias horas de dia, mas também algumas horas de noite, e é possível criar ambientes diferentes consoante o momento e a luminosidade.
Claro que é cansativo, mas é menos provável chegar ao fim achando que o dia foi curto e que não se teve tempo para fazer uma série de coisas que se gostaria de ter feito. E as crianças e os mais velhos ficam despertos durante mais tempo e podem aproveitar melhor a festa.

Fui a casamentos que começaram ao final da tarde e em que o jantar se prolongou até à meia-noite. Depois disso dançou-se um bocado e para muitas pessoas começava já a ficar tarde, pelo que decidiam ir-se embora. A ementa ainda contemplava um buffet (ceia), mas essa parte teve que ser eliminada, já que era demasiado tarde.
Claro que aquilo que estou a dizer tem em conta a realidade portuguesa, em que os casamentos giram muito à volta da comida e há imensos pratos, todos em abundância.
Em Inglaterra, por exemplo, a comida tem muito pouca importância, chegando a haver apenas 1 prato (sem repetição) e 1 sobremesa. Nesse caso, acabando de jantar por volta das 21.00h, 22.00h, ainda dá tempo para dançar bastante e ir para casa não muito tarde.

E vocês, o que é que pensam sobre este assunto?

7 comentários:

amartins disse...

Acho importante conseguir um equilíbrio.

Entre estes factores a ponderar também se deve pensar nas distâncias de onde os convidados se deslocam.

Como convidada detesto andar em correrias loucas para chegar a horas...

Então, em Inglaterra, são muito frugais :(((

hoje vou casar assim disse...

Esqueci-me de referir uma coisa:
Se o casamento for por volta das 15.00h, é bem provável chegar ao local da recepção lá para as 17.00h. Como é tarde para almoçar e cedo para jantar, já vi situações em que os aperitivos se prolongaram até à hora "normal" para jantar, ou seja, em vez de 1 hora duraram umas 3 horas. Tendo em conta que se está sem comer talvez desde as 13.00h, das duas uma: ou se come imensos aperitivos e depois não se tem fome para jantar, ou se guarda a barriga e passa-se fome durante esse tempo ;p

Ana Carolina disse...

A verdade é que brasileiro adora um glamour: casamentos à noite pedem longos, brilhos, altas produções. Aqui o pessoal gosta mais de curtir a noite, virar madrugada. Mas já fui a casamentos matutinos lindíssimos, com vista pra baía de Guanabara, pão-de-açúcar. E sabe o q houve? Na cerimônia tinham 50 convidados. Quando chegamos na festa, tinham 200 pessoas! Ninguém quer saber de acordar cedo pra ir a casamentos....

Beijos!

Sofia Almada disse...

Olá

Eu vou casar por volta das 17, ambos preferimos um casamento mais nocturno. Casamos pelo civil na propria quinta depois temos o jantar e mais tarde os buffets normais, no entanto tivemos o cuidado de escolher uma quinta onde pudessemos prolongar a hora da festa, para aproveitarmos o máximo de tempo.

B. disse...

Ola
Ora aqui vai o meu testemunho:
Eu sempre sonhei com um casamento ao fim da tarde, por isso la tive de casar ao "fim" da tarde.
Bem... em pleno verão, fim da tarde para mim é la para as 19h, por isso é que coloquei parenteses no fim.
E porquê ao fim da tarde? Porque prefiro o ambiente de jantar do que de almoço. Acho mais intimo, mais romântico... Gosto de velinhas acesas, enfim... Nao me perguntem exactamente porquê, mas foi assim que eu sonhei!
O meu casamento foi marcado para as 16h:30 mas começou por volta das 17h(eu que queria pontualidade britânica, comecei logo assim). Um dos factores que nos permitiu optar por esse horario foi o facto de a cerimonia decorrer no mesmo local onde iria decorrer a festa, de modo que sabiamos que nao haveria tempo perdido em deslocamentos.
Uma vez que o corte do bolo é um momento muito apreciado pelos convidados e sabiamos de antemão que as pessoas mais idosas e de longe nao iriam ficar até muito tarde, optamos por servir o bolo dos noivos como sobremesa principal, logo a seguir ao jantar.(E também para os convidados apreciarem melhor o bolo)
Houve tempo para muitas fotos, baile e mais baile, muita diversao e até para uma ceiazinha minimalista.
Escusado sera dizer que a festa terminou ja o dia estava bem claro :)
Beijinhos
B.

hoje vou casar assim disse...

Obrigada pelos comentários e pelos testemunhos :)

B, eu acho uma excelente ideia servir o bolo como sobremesa :)

beijinhos

Engenharia Dos Bolos disse...

Olá a todas... Em princípio casamos em dezembro.. Digo em princípio porque está dependente de arranjarmos casa nestes meses... Tenho algumas dúvidas... Será assim tão absurdo eu querer casar em ano par? O noivo não consegue conformar-se com o facto de ou casamos ate ao fim do ano ou entao só em 2014... E também queriamos fazer jantar.. Mas casando em dezembro, se casarmos muito tarde (tipo 16h ) já tiramos as fotos de noite... nao queremos casar de manha cedo, mas tb queria ter fotos ainda de dia... o que deverei fazer? alguém me ajuda pleeeease? :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...